Expectativa e realidade!

 

41i+iWQ6IjL._SX331_BO1,204,203,200_

Expectativa e realidade. Pense nisto sempre!
Talvez um dos maiores problemas das pessoas seja a expectativa. E não estamos falando da expectativa em relação aos outros, mas em relação a nós mesmos. Pensar demais em alguma coisa só faz aumentar a ansiedade em relação ao resultado final, prejudicando a percepção do que acontece na realidade.
Muitas vezes vemos algo na Internet que nos leva a um impulso de comprar ou desejar o mesmo. — mas MUITA CALMA NESSA HORA! Pode ser uma cilada, e das grandes. Na propaganda parecia “A” camisa ou “O” vestido pra sair. Na realidade ficou aquela roupa normal que a gente usa em casa no dia a dia…
tenha cuidado ao acreditar em “facilidades” ou espertos digitais que se aproveitam da ingenuidade das pessoas. “só existe o esperto porque existe o trouxa”.

Em algumas situações,  temos que começar a entender que esperteza não é sinônimo de falta de caráter. Esperto é o que vislumbra uma saída lógica para um problema, mais simples ou rápido que os demais. #expectativa#realidade#photography#

Publicado por Dr. Ricardo Santos de Oliveira

Professor Livre Docente Departamento de Cirurgia e Anatomia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (1994), Doutorado em Medicina (Clínica Cirúrgica) pela Universidade de São Paulo (2001), Pós-doutorado no Hôpital Necker-Enfants Malades (Université Rene Descartes) 2001-2002, Pós-Doutorado FMRP-USP 2003-2004 (glicobiologia dos tumores cerebrais). Orientador pleno programa de pós graduação do Departamento de Cirurgia e Anatomia - FMRP-USP Atualmente é médico assistente da Divisão de Neurocirurgia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo e docente credenciado do Depto. Cirurgia e Anatomia (Pós-graduação). Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Neurocirurgia Pediátrica e Neuroncologia atuando principalmente nos seguintes linhas de pesquisa: Neoplasia cerebrais sólidas da infância, glicobiologia de tumores cerebrais pediátricos, trauma e neuroncologia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: